RESUMO DO DIA

Ataque do São Paulo iguala o pior início de temporada do século; veja

Nos nove primeiros jogos oficiais deste ano, o Tricolor fez apenas nove gols. Os números são iguais aos do ano passado e piores do que todas as outras temporadas deste século

São Paulo x Talleres Diego Souza

Tendo feito apenas um gol em seus últimos sete jogos, o ataque do São Paulo igualou os números da última temporada e registrou o pior rendimento ofensivo do clube neste século após as nove primeiras partidas oficiais do ano.

Somando os jogos no Campeonato Paulista e Copa Libertadores, o Tricolor fez apenas nove gols até aqui. Foram quatro diante do Mirassol, na estreia, três contra o Novorizontino, na segunda rodada do estadual, um contra o São Bento e outro no clássico perdido para o Corinthians, no último domingo. 

Os números são os piores do clube desde o início do século 21. No ano passado, ainda sob o comando de Dorival Júnior, o São Paulo também havia feito nove gols nos nove primeiros jogos. No mais, o Tricolor teve desempenhos melhores em todas as outras temporadas deste século (veja lista abaixo). 

Para este ano, a diretoria do São Paulo manteve Diego Souza, artilheiro do ano passado, com 16 gols marcados, e reforçou o sistema ofensivo com Pablo – contratação mais cara da história do clube (R$ 26,6 milhões podendo chegar a R$ 31 milhões) – Hernanes e Biro Biro. 

Até aqui, nos oito jogos com André Jardine e no Majestoso comandado por Vagner Mancini, o time atuou com três atacantes. A formação ofensiva, no entanto, não tem surtido tanto efeito. Nos últimos três jogos, em 270 minutos, a equipe acertou míseros cinco gols em direção ao gol adversário.

Os números são preocupantes e Mancini e, posteriormente, Cuca terão que consertá-los. A baixa eficiência ofensiva do Tricolor possui relação direta com os maus resultados da equipe na temporada.