Uma pesquisa realizada pelo Centro de Referência em Saúde do Homem apontou que 70% dos homens só vão a consultas médicas acompanhados das mulheres ou dos filhos.

Além disso, mais de 50% dos homens só procuram tratamento quando algum sintoma atrapalha muito a rotina. Pois é: eles só vão aos consultórios com doenças em estágio avançado, quando já existe a necessidade de intervenções cirúrgicas.

Apenas no ano de 2017, os homens fizeram 80 milhões de consultas a menos que as mulheres, segundo dados do Ministério da Saúde.

O cenário é desesperador porque mesmo com um leque de informações e novas tecnologias, os homens ainda negligenciam os cuidados com a própria saúde.

O resultado você já sabe qual é: homens vivem em torno de sete anos a menos que as mulheres. Porém, os dados não parecem melhorar – na verdade, o cenário atual não é nada bonito.

HOMENS MORREM POR PRECONCEITO E INSEGURANÇAS

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

“O preconceito e o tabu que cercam os homens são os maiores inimigos no diagnóstico de doenças, principalmente no caso do câncer de próstata, que é o segundo mais comum no Brasil”, explica o urologista Mauricio Rubinstein, professor doutor em medicina pela UERJ e também presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica no RJ (SOBRACIL).

Além dos fatores genéticos, a obesidade, o sedentarismo e o tabagismo são outras causas muito comuns que influenciam no surgimento de doenças. Além, é claro, da insegurança em realizar exames fundamentais para a detecção de doenças graves, como o exame de próstata.

SAIBA COMO SE CUIDAR

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

Após os 40, a realização de exames completos, os famosos check-ups, precisa rolar pelo menos uma vez ao ano.

Esses exames rotineiros são fundamentais para prevenir as principais doenças que afetam os homens, como hipertensão, problemas cardiovascular e no pulmão, problemas na bexiga e nos rins, câncer de próstata, alterações hormonais, cálculos renais, além do crescimento benigno da próstata.

FAÇA TAMBÉM AUTOEXAMES DE TOQUE

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

Além do câncer de próstata, também é importante ficar atento ao câncer de testículos. O autoexame pode ser realizado ainda na adolescência, a partir dos 15 anos. Para fazer, basta apalpar os testículos para ter certeza de que não há alterações e crescimentos anormais na região.

Se você notar que surgiu algum caroço ou veias protuberantes nos testículos, procure um urologista.

NÃO TENHA MEDO DE DESCOBRIR DOENÇAS

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

Muitos homens deixam de fazer exames e não vão ao médico pelo medo de possíveis diagnósticos. Médicos relatam que precisam desmarcar várias consultas porque o paciente simplesmente não apareceu e desistiu de ir ao consultório. Tente pensar: qual foi a última vez que você foi ao médico? Você anda com uma tosse que não passa? Uma dor no estômago que não vai embora? Qualquer outro incômodo que, por mais que pareça pequeno, está na sua vida há um tempo? Então, por que você não vai ao médico? Você deixa de ir por medo de receber um diagnóstico? Prefere não ver a verdade e viver na ignorância?

Bom, você está se matando. Agir preventivamente é sempre a melhor escolha. Ou, no caso de doenças que não dá para prevenir, quando mais cedo elas forem descobertas e tratadas, mais rápida e certa será a recuperação e a cura.

As mulheres sabem disso. Os homens, ou pelo menos muitos deles, preferem ignorar. Não é à toa que existem 10 mulheres com mais de 80 anos para cada dois ou três homens na mesma faixa etária. A verdade é que elas vivem muito mais, e com mais qualidade. Como falamos acima, os homens brasileiros vivem, em média, 7,2 anos a menos que as mulheres, segundo o IBGE.

Então, não é hora de mudar esse cenário?

FAÇA EXAME DE PRÓSTATA

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

Homens morrem pelo simples motivo de não realizarem exames de próstata na frequência correta. O toque retal, onde o médico verifica o tamanho da glândula, normalmente é acompanhado pelo PSA, exame de sangue que mede as substâncias produzidas por células da próstata e sua elevação pode significar problemas.

Esses exames são absolutamente importantes para o diagnóstico precoce do câncer de próstata e devem ser feitos todos os anos pelos homens com mais de 40 anos. “A grande maioria dos casos é diagnosticado precocemente, através da prevenção e não necessariamente são descobertos pelos sintomas. A realização desses exames é essencial para identificar o problema e iniciar o tratamento”, explica Mauricio Rubinstein.

Acha que é bobeira? Bom, veja os dados: No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (foram 13.772 casos nesta ano).

A doença representa 28,6% dos casos de câncer no homem, e não há prevenção. Porém, o diagnóstico precoce reduz a chance de mortalidade drasticamente!

Então, vá ao médico e faça o exame! 

FAÇA COLONOSCOPIA

Homens morrem porque não se cuidam. Veja como não virar estatística!

Em casos de câncer no reto ou intestino grosso, a colonoscopia serve para dar o diagnóstico e entra na rotina masculina após os 50 anos. O exame é bem simples e o diagnóstico precoce pode facilitar muito o tratamento. O procedimento funciona da seguinte maneira: um tubo ótico filma e analisa toda a mucosa intestinal, verificando se há alterações ou feridas.

E é importantíssimo você realizar o exame com a frequência correta, afinal, o câncer de intestino é o terceiro tipo mais comum de câncer entre os homens!

Bom, no fim das contas a recomendação é uma só: se cuide. Vá ao médico. Vergonhoso é morrer por ignorância.