Felipe Neto provou mais uma vez que está muito diferente do que era há um tempo atrás e expôs um problema MUITO grave na rede social. O youtuber decidiu usar seu próprio canal para mostrar uma situação que, pelo visto, é bem comum no YouTube: pedófilos consumindo vídeos de crianças. Ele ainda mostrou como o algorítimo da plataforma começa a indicar para essas pessoas mais conteúdo em que crianças aparecem de biquíni ou em poses “sugestivas”.

Felipe começa o vídeo explicando como o YouTube está sendo usado por eles: “Infelizmente a gente vai ver como que, dentro do YouTube, a pedofilia está sendo usada por pessoas extremamente vis e perturbadas, para de fato disseminar conteúdo e interesse pedófilo pela plataforma. Basicamente galera, o que foi descoberto, é que dentro do YouTube existe uma forma de entrar numa espécie de um looping, onde você passa a receber só conteúdo de menininhas dançando ou fazendo acrobacias, usando pouca roupa ou fazendo festinha na piscina de uma maneira que seria inocente para qualquer outra criança assistindo – conteúdos criados para outras crianças – mas que são assistidos por milhões de pedófilos ao redor do mundo”. Entenda:

Ele ainda mostrou como alguns youtubers já estão falando sobre esse assunto e divulgou a hashtag #YouTubeWakeUp, que chegou aos Trending Topics do Twitter.